Operação Parintins 2018 reúne mais de 800 servidores da área de Segurança Pública

As forças de segurança do Estado que irão atuar durante o 53º Festival Folclórico de Parintins fizeram a apresentação oficial do efetivo nDSC_0024DSC_0079esta quinta-feira (28/06), no Bumbódromo. São mais de 800 servidores que integram a Força de Segurança na Operação Parintins 2018, entre servidores, policiais militares, policiais civis e bombeiros.

De acordo com a secretária adjunta da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Juliana Tuma, o objetivo é fazer desse Festival o mais exitoso também na área de Segurança Pública. “A Operação Parintins não começou hoje, mas há aproximadamente 15 dias, quando a gente começou a trazer todo o aparato logístico de Manaus para dar suporte ao evento”, explicou a secretária. A Polícia Militar realiza um trabalho ostensivo na Ilha, com patrulhamento a pé, de motocicleta e bicicleta.

Juliana Tuma lembrou também que, pela primeira vez, o Festival Folclórico de Parintins poderá contar com um plano de inteligência integrado para as ações policiais. O objetivo é identificar as vulnerabilidades existentes e posicionar as forças policiais para atender as expectativas os visitantes do Festival e também a população de Parintins.

De acordo com o subcomandante-geral da PM, coronel Cavalcante, a Operação Parintins 2018 reúne quase 600 policiais militares, com um reforço vindo de Manaus de quase 500 homens, em todas as modalidades de policiamento. A operação conta ainda com um efetivo de aproximadamente 50 viaturas, entre motocicletas, bicicletas, embarcações e veículos de quatro rodas. A Polícia Turística do Amazonas (Politur) conta com policiais bilíngues para fazer o atendimento aos turistas estrangeiros que vieram para o Festival.

Operação percursora – A Polícia Civil do Amazonas encaminhou 68 policiais para atuar no reforço da Operação Parintins 2018. Desde a semana passada, equipes da PC já realizam operações e incursões pelos bairros do município, cumprindo mandados de busca.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas enviou 120 homens para o Festival, que irão atuar em ações de salvamento em altura, serviço de prevenção urbana e monitoramento durante as apresentações dos bumbás Caprichoso e Garantido. De acordo com o comandante-geral do CBMAM, coronel Mauro Freire, eles contarão com 22 viaturas e 140 homens durante a Operação Parintins 2018. Ele reforçou que foi realizada uma vistoria dentro do Bumbódromo e que o palco principal da festa dos bumbás está liberado.

Monitoramento – O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) levou duas plataformas de observação para Parintins. Além disso, os servidores vão atuar na integração da operação por meio da base montada no Bumbódromo.

 

“Na verdade, estamos há semanas em Parintins para fazer toda a recepção dos órgãos envolvidos nessa operação. Temos duas plataformas de observação elevada que estão disponibilizadas na área geográfica de Parintins para subsidiar de informações todos esses órgãos. Trata-se de um momento muito importante para esse grande evento, internacionalmente conhecido, por isso precisamos trabalhar com muita dedicação e empenho”, destacou o secretário executivo-adjunto do CICC, coronel Fábio Pacheco.

FOTOS: BRUNO ZANARDO/SECOM