Talento e arte marcam o Fest Art do Caprichoso 

Um show de talentos marcou o encerramento das atividades do primeiro semestre da Escola de Arte “Irmão Miguel de Pascalle”, na noite desta terça-feira (19).

Os sons, as cores, os movimentos deram o tom a cada apresentação das oficinas de música, canto, dança e aos traços dos desenhos e pinturas que retratam a exuberância e o folclore da Amazônia.

Em cada detalhe o Boi Caprichoso, inspiração para futuros itens, artistas, dançarinos, marujeiros mirins que confirmaram o resultado positivo e a importância do projeto social à Parintins. Um diferencial neste evento foi a criação dos desenhos e figurinos confeccionados pelos próprios alunos.

Vitor Nunes, 14, se inspirou no tema “Sabedoria Popular –Uma Revolução Ancestral” para criar os figurinos da Cunhã-poranga, representada por Conori a líder guerreira e o pajé, Gavião Real. “Quero continuar, já nascemos artistas e aqui aprimoramos. Depois de dois meses criando, deu tudo certo”, declarou.

Para o pequeno Yano Pereira, 11 anos, que começou no desenho a gora pratica pintura em tecido, a escola é forte influenciadora no contato com a arte. “Aqui a gente aprende e ainda se diverte. Pretendo continuar e mais tarde repassar meus conhecimentos a outros que virão”, comenta.

Para a senhora Jussara Santos, que tem duas alunas na escola, a oportunidade concedida aos filhos é também uma fonte de conhecimento de arte, cultura e de transformação social.

Inovando, o Fest Art reuniu no show folclórico música popular brasileira, toada acústica, itens, dançarinos, vaqueirada feminina, roda de capoeira, interpretação e muita toada. Os itens oficiais Sinhazinha da Fazenda, Valentina Cid e o pajé Neto Simões, prestigiaram o evento. “Estou aqui porque quando eu era da escola e ia me apresentar, queria que todos me assistissem. Por isso estou aqui para aplaudir nossos futuros artistas”, disse Valentina Cid. Para o pajé Netto Simões, a escola cumpre o seu papel social, cultural e artístico.

O gestor da Escola, coreógrafo Marcos Falcão, comemorou com os alunos a realização de quatro meses de trabalho. “São as crianças que nos motivam a continuar, é o desempenho deles e o amor que eles têm pelo Caprichoso que nos incentiva. Agradeço a todos que se envolveram com o Fest Art, desde o presidente Babá ao vice Jender, diretores que nos apoiaram”, festejou. As atividades da Escola retornam a partir do mês de agosto.

IMG-20180620-WA0072IMG-20180620-WA0073IMG-20180620-WA0077IMG-20180620-WA0074IMG-20180620-WA0075

Fotos: Erick Bitencourt