Boi de Rua do Caprichoso é novo Patrimônio Cultural e Imaterial do AM

O “Boi de Rua” do Caprichoso se tornou Patrimônio Cultural e Imaterial do Amazonas. O Projeto de Lei nº 219/2017 de autoria do deputado estadual Josué Neto (PSD) foi aprovado nesta terça-feira (29/05) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O deputado Josué Neto comemorou a aprovação da proposta e disse que o reconhecimento vai facilitar a realização da festa com o apoio do Poder Público.

“Com patrimônio cultural e imaterial do Amazonas o evento poderá ter maior suporte dos órgãos governamentais, como por exemplo, aparelhagem de som, limpeza das ruas, conservação do espaço, possibilidade de verbas destinadas pelo poder público ou de leis de incentivo para a iniciativa privada investir nas festas como espaço cultural, inclusão no calendário turístico da cidade, entre muitos outros benefícios”, afirmou.

Segundo Josué Neto, o evento é uma das maiores expressões culturais de Parintins, assim como a Alvorada do Garantido, que também foi declarado Patrimônio Cultural e Imaterial do Amazonas.

A festa, que tem mais de 100 anos de tradição, reúne todos os anos uma multidão que percorre as ruas de Parintins ao som de toadas clássicas que embalaram a história do touro negro. A festa segue tradicionalmente na Catedral de Nossa Senhora do Carmo, onde todos se reúnem para o ápice da festa.