Boi Garantido comprova pagamentos de artistas ao Ministério Público do Trabalho

Após ter tido suas contas aprovadas na Secretaria de Estado da Cultura referente ao convênio de 2017, o Boi Garantido concluiu a comprovação dos pagamentos feitos a artistas no Ministério Público do Trabalho (MPT). Nesta segunda-feira, 26, o presidente Fábio Cardoso e o diretor jurídico Raúl Góes Neto estiveram em audiência com a presidente do MPT, Fabíola Salmito, em Manaus.

Segundo Fábio Cardoso, a estada na instituição serviu ainda para alinhar algumas ações de 2018 onde o Garantido se compromete colaborar com melhores condições de trabalho para seus colaboradores. “Temos avançado a cada ano e nossa meta é melhorar ainda mais nossas relações profissionais. O Garantido há vários anos trabalha com ponto eletrônico e tem até pago horas extras a seus trabalhadores. Claro que ainda há várias áreas a serem aperfeiçoadas e esse é nosso compromisso”, destaca Fábio.

Cardoso ressaltou que a meta é nas próximas semanas quitar o restante dos contratos dos demais segmentos com a entrada das primeiras cotas de Patrocínio 2018.

O dirigente reiterou a satisfação de ter mais uma conta aprovada pela Secretaria de Estado da Cultura referente ao convênio 2017 da gestão do presidente Adelson Albuquerque e sua. Sendo assim, a agremiação está em condições de continuar a manter parcerias com o Estado. “Credibilidade de volta ao Garantido sempre foi uma busca no desde 2015. Vamos avançar cada vez mais”, reafirma.

Texto Márcio Costa/Imprensa Garantido