Um “TsunAnny” abala Parintins: Feliz 2018!

Por Nárnia!

O mundo bovino, porém cão mais cão do que bovino dividido entre azul e vermelho recupera-se do “TsunAnny” que varreu o concurso de “Red Queen” e devastou à Baixa do São José. Os astros bovinos, Caprichoso e Garantido, põem suas cartas sobre a mesa para 2018. Quem pagará pra ver: Blefe ou Royal Straight Flush?

 

26151715599599

TEMAS

Sabedoria Popular – Uma Revolução Ancestral” e “Auto da Resistência Cultural” são primos de primeiríssimo grau. Os genes que os ligam são o misticismo e a miscigenação dos povos que formaram o caboclo amazônico.

TEMAS II

Por outro lado, o que os distanciam, “geneticamente” falando, são os genes secundários e ramificados: o saber (oral e escrito) popular e a resistência multirracial e etnológica. Em outras palavras: a revolução mais ao “Norte” e a resistência mais ao “Sul”.

BLUE

O Boi Caprichoso possuí como pano de fundo a riqueza impalpável contida nos saberes e crendices do caboclo. Este,  resultado da mistura entre os diversos povos que chegaram à Amazônia e nela se estabeleceram, contribuindo nos aspectos social, econômico e cultural do lugar.

RED

O Boi Garantido possuí como pano de fundo a incansável luta da resistência (de ontem, hoje e de amanhã):  existir para resistir e resistir para (co)existir. Além da miscigenação das três raças (Negro, Branco e Índio), base de nossa sociedade, e das diferenças que nos fazem tão iguais e nunca superiores. Somos na fé, no sangue e na dor todos irmãos.

 

papo-reto_560043a706ec8

REPERTÓRIO

Nesse “fundamento”, ambos os bois estão equivalentes, ou seja, muito parecidos (em linhas gerais e no conjunto da obra). Os repertórios escolhidos são de bom nível e qualidade, tirando uma ou outra(s) obra(s) de cada lado.

REPERTÓRIO II

No lado blue, a ousadia e inovação são a tônica musical da Francesa e do Palmares. Um número significativo de toadas “desconstruídas”, baseadas no projeto do Boi de Arena é a grande aposta do Boi da Estrela.

REPERTÓRIO III

No lado red, o tradicional e o conceitual pragmático (raças, credos, lutas e a diversidade) são a tônica musical da Baixa do São José. Toadas com apelo sentimental, de resistência e existência são o cerne do repertório do Boi Garantido cuja aposta é ser vanguardista e tradicional.

 

images

– Feliz Ano novo meu velho!

– Curumim alesado do que adianta um ano, dito, novo com as velhas práticas e os personagens de sempre: velhacos  e manjados?

– Ó velho dos infernos é um ano de hope!

– Tu é muito alesado mesmo. O ano é de help… Help!

– Off Line.

fbb4888b-c8ba-4248-bc12-ffa3d51c13fd

O boi do “Auto da Resistência Cultural” também é o boi do “Paradoxo Existencial”. Ao mesmo passo que classifica uma toada [por méritos e razão] que enaltece a origem de um item (Ela é da Baixa! É Perreché!) escolhe outro item que até outro dia era SÓCIA do Boi Caprichoso. Aí, barra contrário! O que é um dedo em Lindolfo?

Banner_rapidinha(2)

* A escolha de Anny Caroline Santos para o item de Rainha do Folclore do Boi Garantido rende a cada dia que passa. E ao que tudo indica, não irá parar tão cedo.

* A rubra rainha tem à sua frente duas dificílimas missões: 1. Conquistar a nação vermelha e branca e; 2. Quebrar milhares de castanhas que hoje compõem sua  rejeição.

IMG_20171220_083904_779

* Rejeição esta que não é nenhum sentimento caprichoso, mas não acaba: só aumenta. Prova disto, é a sua fatídica entrevista à Vanessa Gonçalves na Rádio Clube.

* Na ocasião, a rubra rainha demonstra uma mecanização na expressão corporal e na fala. Aliás, nada mais lhe foi tão contra quanto sua fala.

* Com destaque para a parte do “ganhar um dinheirinho“. Ora, ninguém ganha um dinheirinho num boi e torna-se sócia do mesmo. Mais do que desrespeitosa para com o Boi Caprichoso [ao qual associou-se e dele recebeu!], a foi à inteligência alheia e a de seus súditos

IMG-20171230-WA0026

* Se o intuito da rubra diretoria era o de pôr panos quentes e ou limpar a imagem de seu novo item, frente ao bombardeio midiático, que ambos sofrem, a emenda fora pior que o soneto.

* Nesta “Guerra Santa“, travada na Baixa do São José, envolvendo de um lado a rubra rainha e a direção do Boi e de outro, sócios e torcedores não escapam nem os itens consagrados pela “perrechezada”.

* Num gesto solidário, parte da tática da Baixa de blindar Anny Caroline, itens amados como Israel Paulain, Didja Cardoso e André Nascimento postaram mensagens de apoio à rubra rainha em suas redes sociais.

IMG-20171230-WA0000

* Contudo, foram alvejados por comentários contrários, negativos e muitos deles carregados de “ranso” e de insatisfação com os fatos: a postagem e à Rainha.

* Essa questão está tão exaltada que surgiram prints, supostamente de um dos grupos “oficiais” do Boi Garantido pedindo para que fossem feitas postagem de apoio à Anny Caroline e que duas páginas fossem derrubadas.

IMG_20171213_090724_692

* Trata-se das páginas “Loucos pelo Garantido” e “Bumbás de Parintins“. O cretino colunista sempre foi contra páginas sem rostos e nomes, mas nesse caso, em específico, sairá em suas defesas.

* Ambas as páginas não estão difamando A ou B. Estão posicionando-se contra o resultado do concurso encarnado. A liberdade de expressão é um direito IRRESTRITO!

* Se alguém dentro do Boi Garantido não concorda com os posicionamentos das duas páginas citadas que encontre outro meio de combatê-las. Talvez com argumentos consistentes e menos mirabolantes. Denunciá-las por não concordar com os rumos do concurso (munição dada pelo próprio Boi) é, no mínimo, autoritarismo puro e barato.

IMG_20171213_090658_516

* Agora, se ambas as páginas ultrapassarem o limite da liberdade de expressão e faltar com a verdade ou até lançar calúnias contra Anny Caroline e qualquer membro do Boi Garantido que se faça um pedido formal e judicial para coibir tal prática e penalizar seus administradores: justo…. Justíssimo!

* Uma coisa boa o concurso de Rainha do Folclore do Boi Garantido gerou: a arrecadação de 600 kg de alimentos para o Hospital Padre Colombo. Os donativos foram entregues pelo rubro presis Fábio Cardoso nesta semana. Golaço!

* Outro golaço foi dado pelos compositores Vanderlei Alvino, Sandro Putnoki e Ivo Meirelles. A tríade doou metade da premiação recebida pelas duas obras no CD oficial, também para o HPC.

IMG_20171207_103506_994* Esta semana Parintins viveu outro rebuceteio tribal: a volta de Michele Valadares à Ilha. A ex primeira-dama do município foi recebida por funcionários municipais (em pleno horário de experiente) e pelos bois Caprichoso e Garantido.

* Valadares é a ex mulher do atual prefeito de Parintins Bi Garcia e ficou muito famosa quando foi exonerada do cargo de secretária extraordinária do governo José Melo.

* À época, Valadares viajou para à Jamaica  (também em horário/dia de expediente) sem autorização e sem estar gozando de férias. O que a denunciou foram suas próprias postagens nas belas praias jamaicanas que lhe renderam repercussão nacional e sua cabeça.

20171212_121412

* Já separada de Bi Garcia, retornou a Parintins para a campanha à prefeitura na qual posou de “bela, recatada e do lar” ao lado do candidato tucano.

* Mas, há rumores que já nesta época havia um novo romance em sua vida. Especula-se que Valadares teria terminado com o novo amor para ajudar o ex marido na campanha.

* E deu certo: Bi Garcia foi eleito e fez da ex mulher, também secretária extraordinária (do município). Cargo que deixou há poucos meses, partindo  de Parintins para Portugal.

* A coluna obteve, com exclusividade, imagem da ex primeira-dama e de seu suposto novo amor: Lucas Bueno de Carvalho.

20171230_14090320171230_140829

* Bueno de Carvalho é um amante dos esportes aquáticos, em especial o surf. O galã das ondas possuí algo em comum com a ex primeira-dama: amigos e parentes em Portugal.

* Esta coluna deseja votos de felicidades ao casal. Tanto Michele quanto Lucas figuram muito bem na foto e, se forem adiante na relação terão lindos filhos.

* Agora, quem não gostou nada da volta da ex primeira-dama a Parintins foi a “Turma do Whisk“. Os mais  próximos ao líder do prefeito na Câmara Telo Pinto, como é do conhecimento do Reino Mineral, não desfrutam da simpatia de Valadares e a recíproca é mais do que verdadeira.

* A esposa do vereador, uma das mais quistas e respeitadas damas da sociedade parintinense, Kellen Pinto,  (qual uma Valquíria Parintintin) que o diga. Em suas postagens, no dia e após a volta, não faltaram xavecos e trocadilhos com a palavra “maracá”. Por que será? Não entendi!

* Os repertórios blue e red, em síntese, para 2018 podem ser ilustrados com as obras “Misticismo – A Revolução” dos compositores Guto Kawakami e Gabriel Moraes e “Consciência Negra” do compositor Paulinho Dú Sagrado, respectivamente Caprichoso e Garantindo.

* O cretino colunista, que um dia já foi de segunda sem jamais ter sido de quinta, deseja a todos os seus leitores um 2018 de muitas realizações e sucesso. Que cada gateso e gatesa tenham boas entradas e saídas: nos encontraremos no ano que vem!

É só…

Por hoje!

Até a próxima…

#SouVitima!

2 comentários em “Um “TsunAnny” abala Parintins: Feliz 2018!

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: