Corinthians tem 98% de chance de conquistar o Brasileirão

A vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, combinada com as derrotas de Santos e Palmeiras na rodada da última quarta-feira, aumentou a chance de o Corinthians ser campeão brasileiro para 98%, indicam os números do site Chance de Go. Ao término da rodada anterior, a possibilidade de título corintiano era de 88,8%. Ao assumir a vice-liderança com a vitória sobre a Ponte Preta, o Grêmio agora é o principal perseguidor corintiano. Com cinco rodadas para o término do Campeonato Brasileiro e oito pontos de desvantagem, o time gaúcho tem 1,8% de chances de levantar o caneco. Palmeiras, com 0,1%, e Santos, com 0,09%, agora enxergam a possibilidade de desbancar o Corinthians como irrisória. Botafogo e Cruzeiro têm chances próximas de 0.

A rodada também garantiu matematicamente ao Corinthians uma vaga na Libertadores de 2018. Com o complemento da rodada nesta quinta-feira, a possibilidade de classificação em relação aos outros times ainda pode variar, mas Palmeiras, Grêmio e Santos também estão próximos da competição.

Quanto à fuga do rebaixamento, destaque para a ascensão dos times baianos. O Vitória diminuiu para 30,5% o risco ao derrotar o Palmeiras, enquanto o Bahia praticamente reduziu a zero a possibilidade ao bater o Avaí.

Veja as probabilidades na briga pelo título, pela Libertadores e rebaixamento (Chance de Gol). Obs: mais três jogos serão disputados na rodada, o que pode mudar os números até o seu término.

Título

Corinthians: 98%

Grêmio: 1,8%

Palmeiras: 0,1%

Santos : 0,09%

 

Vaga na Libertadores (G6)

Corinthians: 100 %

Grêmio: 96,4%

Santos : 98,7,%

Palmeiras: 99,4%

Botafogo: 65,3%

Cruzeiro: Já classificado pela Copa do Brasil

Flamengo: 41,2%

Vasco: 12,7%

Bahia: 4%

São Paulo: 3%

Atlético-MG: 0,7%

Atlético-PR: 0,2 %

Fluminense: 0,8%

Chapecoense: 0,2%

 

Risco de rebaixamento

Bahia: 0,01%

São Paulo: 0,1%

Atlético-MG: 0,5%

Atlético-PR: 1,9%

Fluminense: 1%

Chapecoense: 3,4%

Coritiba: 13,1%

Vitória: 30,5%

Sport: 74,5%

Ponte Preta: 77,5%

Avaí: 97,6%

Atlético-GO: 99,8%