Baixaria na Baixa e malabarismo na Francesa

 

Por Nárnia! 

A semana que passou foi para lá de agitada e o mundo bovino, porém cão mais cão do que bovino dividido entre azul e vermelho assistiu a de um tudo: de baixaria na reta final da eleição do Boi Garantindo a malabarismo na prestação de contas do Boi Caprichoso. Vamos aos rebuceteios!

 

26151715599599

BAIXARIA

A reta final da rubra eleição à presidência da Baixa do São José chegou ao nível esperado: o mais baixo até aqui. O festival de golpes abaixo da cintura atingiu seu ápice com o surgimento e publicações de fakes.

BAIXARIA II

Começou com o ataque a Mencius Melo por uma pagina fake o acusando de ser o grande responsável pela derrota artística em 2015 como membro da Comissão de Artes entre outras coisas não menos embaraçosas.

BAIXARIA III

E atingiu seu ápice com a postagem de um perfil fake atacando a sócia e militante política Mayse Garcia usando fotos íntimas reveladas anos atrás. O texto totalmente depreciativo às escolhas e às posições tomadas pela mesma.

 

papo-reto_560043a706ec8

CONTAS

O presis blue Babá Tupinambá realizou na última quinta-feira (14), no curral Zeca Xibelão a segunda prestação de conta de sua gestão. Compuseram a mesa o vice-presis Jender Lobato, diretores, conselheiros de artes e fiscais, itens e convidados.

CONTAS II

Os números apresentados pela blue diretoria somam como receita R$ 7,6 milhões e de despesas R$ 9,2 milhões. Havendo déficit de R$ 1,5 milhão e deduzidas as receitas futuras (sic) no valor de R$ 3 milhões a obtenção de superávit de R$ 1,4 milhão.

CONTAS III

O rubro presis Adelson Albuquerque realizou neste sábado (16), a última prestação de contas de sua gestão à frente do Boi Garantido. Uma assembleia agitada e tumultuada em clara movimentação de oposição x situação.

CONTAS IV

No resultado financeiro do período contabilizado R$ 8,5 milhões de receita e déficit da gestão de R$ 1,3 milhão. Ao final, as contas de Adelson Albuquerque e Fábio Cardoso foram aprovadas por unanimidade.

 

images

– Ó grande espírito vem falar comigo!

– O que é curumim alesado por que perturbas meu sonho eterno?

– Porque tenho dúvidas e gostaria de uma iluminação?

– E eu lá tenho cara de poste, vela ou algo do tipo?

– É sério velho dos infernos!

– Tá bom. Despeje suas dúvidas.

– Contar com o ovo no orifício do galináceo gera superávit?

– Se gerasse curumim, o Levy ainda seria Ministro da Fazenda!

– Off Line.

fbb4888b-c8ba-4248-bc12-ffa3d51c13fd

O episódio, desastroso diga-se de passagem, da compra de material do Boi Caprichoso na China deve ser estudado. No seu início (na fase BBB) o verbo era conjugado na 1° pessoa do singular, mas hoje é tão comovente o ver,  sendo conjugado na 1° pessoa do plural. Manque!

Banner_rapidinha(2)

* A respeito do material da China o presis blue revelou na prestação de contas que o que ocorreu de errado na transação comercial foi o esquecimento, por parte da empresa contratada, de inserir o nome da Associação [o Boi] na documentação de importação. #Putz.

* O mandatário corrigiu-se e disse que tinha o nome do boi, mas como terceiro “interessado”. Em primeiro, está o seu nome e por conta disso fora acusado de sonegação fiscal e formação de quadrilha. #Entendido.

* O cretino colunista ficou “encafifado” com três pontos da blue prestação: déficit, emendas e superávit. O déficit inicial relatado por Tucano Boi do Papo Amarelo era de R$ 2,8 milhões e o apresentado fora R$ 1,5 milhão. #What?.

* A ave de penas pretas e amarelas revelou que entre a prévia entregue ao Conselho Fiscal e a prestação final identificou-se um erro (para menos) na soma geral dos gastos com alegorias e fantasias. Recalculados, houve diminuição do déficit. #Entendido.

* Outro ponto são as despesas futuras (aqui), emendas parlamentares, que somadas chegam a R$ 3 milhões. Para esclarecé-lo enviou seu poderoso pássaro Bico Doce à Brasília. #OMelhor.

* De lá, o pássaro trouxe informações valiosas e interessantes. A tão afamada emenda de R$ 4 milhões dita de autoria do senador Omar Aziz estava no Ministério da Cultura e foi perdida retornando à Casa Civil. #Valeime.

* A informação faz sentido, uma vez que tais recursos (R$ 2 milhões para cada Bumbá) foram prometidos para 2016 e até hoje (setembro/2017) não há previsão de liberação. #DeuBode.

* De acordo com Bico Doce, que conversou com alguns assessores parlamentares, essas emendas (os maiores volumes) seriam via gestão municipal através de ações em áreas não necessariamente ligadas à Cultura. #CurvasDeRio.

* Há um agravante: não havendo a liberação do presidente para pagamento fica contigenciada, ou seja, retorna para o rabo da fila. E por serem emendas parlamentares inseridas na LOA (Lei Orçamentária Anual) são válidas somente para o ano em exercício (2017). #Xiiii.

* O cretino colunista movido pela curiosidade  acessou o site do Congresso Nacional (aqui) e baixou os espelhos de emendas de alguns parlamentares referentes ao município de Parintins.

20170914_23423820170914_23430320170914_234336

Emenda OmarEmenda Hissa AbrahãoEmenda Arthur BisnetoEmenda Alfredo Nascimento

* A Maná, através de André Guimarães, bem que tentou reverter as emendas em peregrinação no Congresso, revelou um dos assessores parlamentares ouvidos por Bico Doce. Ainda segundo ele, nos últimos dias as emendas foram reapresentadas no Sincov. #Saquei.

* O que ocorreu na prestação de contas do Boi Caprichoso desafia toda a liturgia e os princípios básicos da contabilidade além do dito raciocínio, meramente, que seja, lógico. Qualquer iniciante de um escritório contábil sabe que é impossível deduzir receitas futuras em contas de resultados como se fora do período apreciado. #ForcouEMuito.

* A contabilidade diz que as contas de despesas devem ser lançadas no mesmo dia da operação. Enquanto que as receitas somente no dia de sua EFETIVA REALIZAÇÃO. #Aprendeu?

* Sendo assim, em contas de resultados (receita x despesa), às receitas futuras não cabe dedução tampouco ser fator de. As receitas futuras entram na prestação de contas, porém jamais diretamente em contas de resultado, poderiam ser lançadas no [ativo] Realizável  a Longo Prazo – após 365 dias e ou no Passivo Não Circulante. Tais receitas são tão somente em caráter demonstrativo (a receber no período seguinte) e jamais dedutível do déficit do apurado. #Logica.

* A engenharia numérica, com ares de malabarismo e pirotecnia contábil, utilizada no Boi Caprichoso não faz sentido, uma vez que foi apresentado um superávit de R$ 1,4 milhão. Ora, o termo superávit significa sobra, em outras palavras:  aquilo que se tem a mais. #CaroWatson.

* Então, já que houve superávit, isto é, deduzidas as despesas da receita OBTIDA sobrando R$ 1,4 milhão, seria interessante apresentar o Ativo Circulante demonstrando esse valor nas contas do boi. Esse valor que “sobrou” é mais do que suficiente para pagar os artistas, funcionários, itens e fornecedores e, ainda, resgatar o material apreendido pela Receita Federal antes que a mesma vá à leilão. #PelaLogica.

* Para entender melhor, imagine que você deva no açougue do seu bairro e comunique isso a sua família. E o fazê-lo diga: família nós devemos R$ 200 e temos R$ 0 real, mas temos a receber R$ 500 reais de um amigo que ficou [promessa/incógnita] de me dar esse dinheiro desde o ano passado. Desse modo, não temos dívida e de quebra temos R$ 300 reais de sobra. #EIsso.

* Nem os santos são capazes de contabilizar promessas. Hoje, qualquer um é capaz depois desta babalesca prestação de contas. O que existe, de fato e de concreto, como resultado financeiro do primeiro ano de gestão Babá Tupinambá é o déficit de R$ 1,5 milhão. Mais do que isso é não menos que quimera e fantasia. #Fato.

* O que mais deixa o cretino colunista abismado não é o fato dos sócios (os poucos presentes) referendarem esta prestação de contas e, sim, o do Conselho Fiscal em aprovar por unanimidade (nos termos expostos) esta fantasiosa prestação de contas tendo como resultado final um superávit inexistente. #TaDificil.

* O cretino colunista respeita todos os membros daquele Conselho, com alguns possuí certa relação cordial, mas, como sócio esclarecido sugere que os mesmos declarem suspeição ao cargo alegando inabilidade frente a tamanha falha técnica. #Sorry.

* Sim, porque superávit significa que a receita obtida no período contábil apreciado (Jul/2016 ~ Set/2017)  fora maior do que as despesas, que uma vez deduzidas gerou um resultado positivo pertencente ao Ativo Circulante (aqui), ou seja, dinheiro em caixa. #Desenhar?.

* A mesma situação, das emendas, foram apresentadas na rubra prestação de contas. As receitas e despesas foram as efetivas com um déficit e a sua previsão de cobertura entrou no Realizável a Longo Prazo até 365 dias – Ago/18. Escrituralmente, pelo regime de competência está correto. #LicaoDeCasa.

* Com isso, ao final de sua gestão Adelson Albuquerque entregará ao próximo presidente a menor dívida deixada por um antecessor  na recente história da Baixa: em três anos a dívida de R$ 1,3 milhão. #Austero.

* O clima ferveu na Baixa! Há poucos dias da eleição, a primeira dama Michele Valadares resolveu mostrar no melhor estilo “silêncio ouça contrário essa toada”, quem dá as cartas no grupo do atual prefeito de Parintins, Bi Garcia. A nota de retratação do vereador Telo Pinto, outrora todo poderoso no ninho tucano, mostrou bem que em se tratando de poder, a alcova pesa e muito!. #BigodeGrosso.

* O texto carregado de elegância franciscana foi compartilhado em primeira mão por Kellen Pinto, sua esposa, que costuma rosna como uma pantera nas redes sociais, mas, dessa vez, teve que miar bem baixinho. #XaninhoXaninho.

* Na verdade, Telo vive tempos ruins que em nada lembra os áureos tempos de grande líder da Baixa. O presis campeão do centenário é o centro do deserto, ou seja, ao seu redor nada além de calor elevado e de areia quente. #OlhaOlhaAAguaMineral.

* Para piorar, suas duras críticas à incompetência administrativa de Adelson Albuquerque e Fábio Cardoso foram soterradas sob fortes aplausos na assembléia red, que por unanimidade aprovou as contas da dupla à frente do Boi do Coração. #OBerimbauVirouGaita.

* Ao ver o resultado final da assembléia que aprovou as contas da gestão Adelson Albuquerque e Fábio Cardoso, impossível não perceber que a oposição unida não conseguiu fazer frente ao bloco da situação. Fábio e Messias estão, por assim dizer, por um “ritual” de vantagem ao demonstrarem força e densidade [apoio de sócios] na Assembleia de sábado passado. #Abalou.

* Diante da cena, perde mais Antônio Andrade que começou sua campanha de forma acachapante, logo após o festival, e hoje mostra claros sinais de “cansaço”. #Encolheu.

* Antônio Andrade não consegue avançar na classe média, meio formador de opinião, e não consegue atrair os medalhões do boi. Gente histórica que em grande parte fechou com a dupla Fábio e Messias. Para piorar o cenário, Manaus, segunda maior concentração de sócios, depois de Parintins, foi meio que esquecida. #MarcasDaAusencia.

* A vinda do candidato a Manaus está marcada para o próximo dia 21, a três dias antes da eleição, para sua apresentação aos sócios da Barelândia. Será um tanto tarde para tal finalidade?. #SorteNaSorte.

* Marco Aurélio e Tatiane Barros realizaram o grande encontro com os sócios residentes em Manaus na noite do último sábado (16), no Sambódromo. #Bacana.

* O Amo do Boi Caprichoso, Prince do Boi, realiza na próxima quarta-feira (20), um grande show no Teatro Amazonas comemorando seus 20 anos de carreira. Ainda restam poucos ingressos para a noite de gala do Pitbull. #SalvarOJaraquiMano.

* O próximo final de semana será marcado por fortes emoções e grandes novidades no mundo bovino, porém cão. Isso porque no sábado (23), o Boi Caprichoso lançará seu tema para 2018 e no domingo  (24), o Boi Garantindo terá um novo presis eleito. #HajaEstrelaHajaCoracaoAmigo.

E só…

Por hoje!

Até a próxima…

#SouVitima!